quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O segredo


Ok, o título é uma furada. Não tem segredo nenhum, pelo menos não o que devia ter. O fato é que eu e uns amigos muito maneiros resolvemos criar um amigo oculto virtual. Porque? Você me pergunta, ora, muito simples, nós somos tão azarados, mas tão azarados, que obviamente os melhores amigos que poderíamos fazer estão milhares de quilômetros uns dos outros.

E como todos nós nos encontramos sob a bandeira do mais azarado dos azarados, o famigerado Rob Gordon, nos juntamos em uma agremiação chamada "champ-club" que devido ao elevado número de membros, teve que sair do twitter (sério, tentem madar um twit com cinco ou seis arrobas, seus 140 caracteres viram 40...) e evoluir para uma forma mais arcaica de comunicação, uma lista de emails que hoje, 1 mês depois, já conta com quase 6.000 missivas, sério.

Nós decidimos então que faríamos um amigo OCULTO, para depois postarmos em nossos blogs (por uma dessas coincidências do destino, todos nós temos blogs, curioso, não?) o resultado, e a minha vez chegou dia 22 de Dezembro. Porém por morar no Canadá, eu enrolei até hoje pra ver se dava tempo do meu presente (que custou uma pequena fortuna para enviar, ô fase) chegar ao seu destinatário, o que não aconteceu. Aparentemente foi extraviado pelos correios brasileiros.

Mas falar do meu presente é depois, pois nas regras estabelecidas pela adorável Isadora, eu tenho que falar primeiro do presente recebido, então mãos à obra:

Fui sorteado por ninguém mais ninguém menos que o "chefe" dessa bagaça toda, ele mesmo, um tal de Rob. Foi uma emoção grande quando descobri que ele tinha me tirado (antes do meu presente chegar, porque ele, sendo quem é, mandou pra pessoa errada o presente...), afinal não é mistério nenhum, eu idealizo o cara.

E ele sabia que eu, por morar no Canadá, não tinha como comprar o livro que ele escreveu, uma compilação de crônicas de fazer muito machão lutador de kung fu chorar. Quando finalmente meu presente chegou, dias depois que todos os outros já tinham aberto seus respectivos, eu estava tremendo com o pacote nas mãos, abri como se fosse um tesouro, escondido, de madrugada, em meu quarto. Rasguei devagar, já sabendo o provável conteúdo do pacote, mas mesmo assim ansioso pra ver se era verdade.

Era.

Depois de aberto retirei o livro de dentro e comecei a procurar um cartão, um bilhete, qualquer coisa, não havia nada. Confesso, fiquei meio triste, po, o livro é legal, mas um bilhete teria valido, pra mim até mais que o livro. Então veio a epifania, meu eu interior gritou comigo "SEU IMBECIL, É UM LIVRO, DIRETO DO AUTOR, ELE ESCREVEU ALGO NO LIVRO PRA VOCÊ".

Antes mesmo de abrir o livro, com as mãos trêmulas, eu sabia que era verdade, não tinha como não ser.


E vocês achando que eu ia mostrar a dedicatória, =P

O resultado é esse aí, um livro com uma dedicatória muito especial, que eu me emocionei muito ao ler. O livro por si só é um espetáculo, valendo cada minuto, eu leio uma crônica por dia, todo dia, antes de dormir.

Muito obrigado Rob, você é um grande amigo.

E agora vamos falar do meu presente...

Meu presente extraviou, então apesar de todo mundo já saber quem meu amigo-OCULTO, vou dar as dicas mesmo assim e mandar um email pra ele com o que seria, não é o ideal, mas fazer oque.

Meu amigo oculto me dá medo, muito medo. É um cara muito romântico, e faz todas as menininhas do champ-club suspirarem com suas histórias de amor. Ele é fascinado por crianças, quer ter um filho o mais rápido possível, e além disso, é um dos melhores escritores da nossa geração. Sério, o cara é foda. Ah, e ele luta Kung-Fu.

Amigos, desculpa pela demora, eu realmente queria que o presente chegasse...



5 comentários:

Dragus disse...

Eu também tenho medo dele.

Tenho medo que minha esposa descubra ele e queira que eu seja a metade do que ele é.

Otavio Oliveira disse...

AEEEE O PEDRO POSTOU!

Mas então. Q foda. Te invejo, cara.

E todo elogio ao bruno é válido. ele é foda tb. aliaas todo mundo nesse grupo tem uma coisa mto foda.

Natalia Máximo disse...

Amigo oculto, manolo, que porra é essa

Ana disse...

JÁ NÃO ERA SEM TEMPO.

Brinks, lindo post, lindo presente e VIVA O BRUNO É O PRÓXIMO.

Bruno disse...

Se minha noiva ler essa parte do "romântico", vai rir uns três dias e três noites sem parar.